Pesquisa

quinta-feira, 31 de março de 2016

Gratidão! Mas que significará de fato gratidão?


Gratidão!
A própria palavra já diz tudo: estar grato, estar agradecido.
Mas que significará de fato gratidão?
Pode ter muitos significados, mas o mais importante é estar sempre grato, agradecido por tudo o que nos é dado, pela natureza, pela vida, pelos que nos rodeiam, por Deus.
Devemos ser gratos por todas as oportunidades positivas e por todas as dádivas que a vida e a natureza nos dão.
Ter uma vida com conforto é uma dádiva da vida e da natureza; ter saúde é uma dádiva; ter pessoas que nos amam é uma dádiva de imenso valor, e como tal devemos de estar permanentemente gratos à vida e à natureza por tudo o que nos dão.
Aliada à gratidão está a compaixão.
Devemos também sentir compaixão por aqueles que realmente precisam, por aqueles cujo único conforto é simplesmente uma manta e um cartão para poderem dormir quentes à noite - na rua...
Ter gratidão implica ter compaixão por aqueles que são considerados como apenas servindo para o usufruto dos assim chamados humanos. Os animais não humanos também merecem e precisam da nossa compaixão para assim poderem viver uma vida tranquila e feliz, sem terem que passar pelo sofrimento duma vida confinada entre grades, e duma morte antecipada para o belo prazer dos humanos.
gratidão é um sentimento que devemos ter sempre presente, tanto para connosco próprios, que devemos de estar sempre gratos com tudo o que temos, como também deve gerar compaixão para com os demais pois todos precisam de amor e compaixão.
gratidão é uma das maiores medidas do carácter de uma pessoa.
Uma pessoa grata é humilde, fiel, companheira e amiga leal dos amigos.
Uma pessoa ingrata tende a ser egoísta, traiçoeira, individualista e amiga apenas de si mesma.
gratidão é o caminho da evolução.
gratidão é o sentimento comum a todas as grandes almas.
Com profunda gratidão,
Graça & Rui
Namastê

terça-feira, 29 de março de 2016

Danças da Paz com Maria Lalla Ache

10 dicas para montar a primeira biblioteca do seu bebê




“Quando meu pai lia para mim, eu me encostava sobre ele e me tornava parte de seu peito e de seus braços. Eu acredito que as crianças que são abraçadas e sentam no colo de seus familiares – sendo deliciosamente acariciadas – sempre associarão a leitura com os corpos dos seus pais, com o cheiro deles. E isso os tornará leitores para sempre. Porque esse perfume e essa ligação duram a vida inteira.”
Maurice Sendak , autor do clássico “Onde vivem os monstros”(Cosac Naify)
Assim que recebem a notícia de que um bebê está chegando, os pais logo começam a preparar o ninho: desde a participação em cursos sobre parto e cuidados com o recém-nascido, até mesmo a compra do enxoval e de outros itens básicos para garantir o bem-estar dos pequenos.
Nesse cenário de espera, os livros ocupam um lugar privilegiado, pois além de apresentar a beleza da palavra e das imagens, o momento de leitura pode contribuir para a construção de vínculos, aproximando – desde cedo – pais e crianças em torno da literatura.
No entanto, é importante lembrar que ler para um bebê não significa tentar alfabetizá-lo, nem investir para que possa escrever mais rápido e melhor, nem mesmo trata-se de ensiná-lo a nomear as cores ou distinguir os nomes dos animais. Ler para os bebês pode ser uma grande oportunidade para criar experiências estéticas de desenvolvimento da sensibilidade, da criatividade, da inteligência e da imaginação não somente para os pequenos, mas para os adultos também.
Ainda assim, mesmo sabendo da importância de apresentar os livros desde cedo às crianças,  é comum que existam muitas dúvidas sobre esse tema, tais como: bebês devem ganhar apenas livros de pano e de banho? A partir de que idade podemos iniciar a leitura de obras com texto? Que títulos são os mais adequados para esse público? Pensando nisso, A Taba preparou uma lista de dicas para ajudar pais e educadores a montar a primeira biblioteca dos bebês.
Confira e clique sobre os links para conhecer os títulos indicados por nossa equipe:

1. Para os bebês, no início, o livro é apenas um brinquedo que deve ser explorado como outro qualquer. Quando entram em contato com esse objeto, é comum que queiram morde-lo, sacudi-lo e observá-lo de diferentes maneiras. Por isso, em um primeiro momento, os livros de pano, de banho e cartonados podem ser uma ótima porta de entrada para a formação desses leitores. Mas, não é preciso investir muito neles. Um ou dois volumes com esse formato são suficientes.
bebeteca
2. Evite títulos com imagens estereotipadas e que simplesmente associam um desenho ao nome de determinado objeto. Lembre-se que os livros podem ser um excelente campo para que os pequenos possam experimentar a arte. Para isso, adquira obras que contenham imagens que possam ampliar o repertório estético dos pequenos, com ilustrações criadas a partir de diferentes projetos gráficos e literários, os chamado livros-álbum.Vicente Muñoz Puelles3. Tornar-se pai ou mãe pode ser uma excelente oportunidade para voltar à infância, relembrando as cantigas, canções e parlendas que fazem parte das suas memórias. Livros com esse tipo de texto permitem que os adultos e crianças possam resgatar a cultura oral brasileira, criando momentos de cumplicidade entre as gerações.
Margaret Tarrant4.Quando aprendem um novo comportamento ou realizam algo que lhes proporciona prazer, os bebês adoram fazê-lo muitas vezes. Por isso, livros com histórias cuja estrutura apresenta elementos de repetição costumam agradar os pequenos. Além disso, como possuem frases e trechos que aparecem muitas vezes, esses textos são facilmente memorizados, tornando as crianças capazes de ler, mesmo sem saber ler convencionalmente.
Noemí Villamuza5.Pesquisam revelam que desde a vida intrauterina os bebês são capazes de escutar e reconhecer a voz dos pais. Essa atenção à entonação, ao ritmo e à sonoridade das palavras se mantém, especialmente na primeira infância, quando começam a falar e se aproximar da palavra escrita. Talvez isso explique porque as crianças muito pequenas apreciam tanto as histórias rimadas.
08124bd142630c4f4cc7c05c7b21f1706. Contos de acumulação, ou seja, histórias que possuem uma estrutura que se repete, na qual novos elementos vão sendo incluídos a cada página, são uma ótima pedida para os pequenos. Isso porque esse tipo de narrativa permite que as crianças – pouco a pouco – memorizem os trechos lidos, participando ativamente do momento da leitura.
charlotte gastaut7.Toda boa biblioteca precisa ter livros de poemas. Bebês adoram metáforas e estão muito atentos aos jogos de linguagem, ao ritmo e a sonoridade presentes na comunicação humana.
Rommel Joson8. Outro gênero que não pode faltar são os contos de fadas. Por sua alta qualidade artística e sua permanência através dos tempos, esses textos aproximam as crianças da cultura universal por meio de uma linguagem rica e elaborada que não poupa a inteligência dos leitores.
Anuska Allepuz9. Lembre-se: muito mais do que a quantidade de livros, aposte na qualidade e na disponibilidade do acervo. Para formar um leitor, é preciso dar acesso a um repertório de qualidade. Se você tem dificuldade em escolher bons títulos, os Clubes de Assinatura (como o da Taba), que possuem um serviço sério de curadoria, podem ser uma ótima pedida.
09 assinatura_taba_setembro1510. Por último, de nada adianta uma linda bebeteca cheia de livros, se junto com ela não houver um adulto disponível para estar ao lado, acompanhando, emprestando sua voz e seu colo, repletos de afeto e fazendo do momento da leitura algo que possa ficar guardado na memória e no coração dos pequenos.
1f76db0b615579db8b5190f08254a2d6
A Taba acredita que quando nasce um bebê, pode também nascer uma comunidade de leitores!
*Consulte-nos para conhecer as condições especiais e adquirir uma biblioteca básica para seu bebê ou para sua instituição. Escreva para contato@ataba.com.br

Conheça a monja medieval que foi pioneira ao descrever orgasmo do ponto de vista de uma mulher


Hildegarda de Bingen foi pintora, poeta, compositora, cientista, doutora, monja, filósofa, mística, naturalista, profeta e, talvez, a primeira sexóloga da história
Filme Visão da Vida de Hildegarda de Bingen mostra vida da monja, de uma longa série de mulheres influentes tanto na religião como na política
Quando a Primeira Cruzada estava a ponto de chegar a Jerusalém, uma menina chorou pela primeira vez em Bermersheim (Alemanha). Hildegarda de Bingen nasceu em 1098 e se tornou um dízimo. Como décima filha que era, seus pais a entregaram à Igreja. Deixaram-na em um mosteiro de monges de Disivodemberg, o qual mantinha uma ala para mulheres dirigida por Jutta von Spannheim, que se tornaria mãe e instrutora da pequena Hildegarda. Tinha oito anos e havia começado a ter visões aos três, mas só depois dos quarenta começou a escutar uma voz que lhe dizia que escrevesse e desenhasse tudo aquilo que seus olhos e ouvidos alcançassem.
Tornou-se abadessa depois da morte de Jutta. Amedrontada por suas visões e previsões, ela convenceu o papa a lhe permitir escrevê-las, e foi assim que começou a registrar tanto as visões, como livros de medicina (que hoje consideraríamos superstição), remédios naturais, cosmogonia e teologia. A partir daí começou a relacionar-se com as autoridades eclesiásticas e políticas de sua época e se converteu em sua conselheira, algo impensável tratando-se de uma mulher.
Reprodução/ Facebook/ Rithika Merchant 
Hildegarda de Bingen e seu legado são impossíveis de abarcar. Tanto que, apesar de ter sido recuperado depois da esperada canonização (que ocorreu em 2012), seu lado mais peculiar foi eclipsado por suas previsões. De tudo o que Hildegarda fez ao longo da vida, o mais desconcertante, surrealista e contraditório talvez sejam suas considerações sobre o orgasmo feminino, que bem lhe poderiam valer o título de primeira sexóloga da história.




Manifestação de 13 de março: onde estavam os negros na Paulista?

Professora palestina recebe 'Nobel da Educação' por trabalho com crianças na Cisjordânia

'Políticas públicas de combate à violência contra mulheres não atingem as negras', diz Djamila Ribeiro


PUBLICIDADE
Hildegarda falava sem medo de sexo: de uma forma tão clara, como apaixonada. Foi a primeira a se atrever a garantir que o prazer era coisa de dois e que a mulher também o sentia. A primeira descrição do orgasmo feminino do ponto de vista de uma mulher foi a sua. Tinha uma ideia muito peculiar da sexualidade, levando-se em conta que era monja e vivia no século XII. Para ela, o ato sexual era algo belo, sublime e ardente. Em seus livros de medicina abordou a sexualidade, especialmente em Causa et Curae, onde deu mais detalhes:
Quando a mulher se une ao homem, o calor do cérebro dela, que tem em si o prazer, faz com que ela saboreie o prazer da união e atraia a ejaculação do sêmen. E quando o sêmen cai em seu lugar, esse fortíssimo calor do cérebro o puxa e o retém consigo, e imediatamente o órgão sexual da mulher se contrai e se fecham todos os membros que durante a menstruação estão prontos para abrir-se, do mesmo modo como um homem forte agarra uma coisa dentro de sua mão.
Como protofeminista, Hildegarda tinha uma imagem muito própria de Eva e do pecado original. Para ela, o único culpado foi Satanás, invejoso da capacidade da mulher de gerar vida.
Wikicommons

Ana Martos Rubio escreve em História Medieval do Sexo e do Erotismo: “assim como para Agostinho de Hipona (Santo Agostinho) a concupiscência é o castigo de Deus, para Hildegarda, que não se atreveu a contradizê-lo e admitiu a ideia de que o pecado original era de luxúria, a culpa foi de Satanás, que soprou veneno sobre a maçã antes de entregá-la a Eva, invejoso de sua maternidade. Esse veneno foi, precisamente, o prazer, e seu sabor, o desejo sexual”. E continua: “O desejo sexual é o sabor da maçã, De Gustu Pomi, o título da obra de Hildegarda de Bingen na qual descreve o sabor da condição humana, o delicioso sabor que dá lugar à peçonha do vício, o prazeroso e embriagador sabor do pecado”.
Em A Medicina Sexual na História. Avanços e Controvérsias (Parte I), José Jara Rascón e Enrique Lledó García escrevem que Hildegarda “expõe na obra Liber Compositionae Medicinae (Livro de Medicina Complexa) a ideia de que em sua potência geradora, o homem possui três capacidades: o desejo sexual, a potência sexual (fortitudo) e o ato sexual (stadium)”. E se não ficou claro aos leitores, essa santa abadessa explica com muito realismo: “primeiro, a libido excita a potência, de modo que o ato sexual do casal se produz por um íntimo desejo mútuo”.
Seus poemas também parecem estar carregados de certo erotismo. Em O Tu Dulcissime Amator, um poema dedicado às virgens, incluído em Symphonia, diz:
Nascemos no pó,
ai!, ai!, e no pecado de Adão
É muito duro resistir
O sabor que tem a maçã
Eleva-nos, Cristo Salvador
Compartilhou todos os seus conhecimentos medicinais inspirada na própria saúde precária. Além disso, em Causa et Curae faz um arrazoado em favor da cerveja: “de sua parte, a cerveja engorda as carnes e proporciona ao homem uma cor saudável no rosto, graças à força e boa seiva de seu cereal. Em troca, a água debilita o homem e, se está doente, às vezes lhe causa malignidade ao redor dos pulmões, já que a água é fraca e não tem vigor nem força alguma. Mas um homem saudável, se bebe água às vezes, ela não lhe fará mal”. Tinha um remédio para a ressaca: molhar uma cadela na água e, com essa água, molhar a frente da pessoa afetada. Ninguém pode ser espetacularmente irrepreensível.
Veja o trailer do filme (legenda em inglês):
A saúde da abadessa era tão frágil que em várias ocasiões recebeu a extrema unção. Só em uma das vezes em que lhe deram por morta não despertou. E o fez em uma idade impensável numa época na qual a morte chegava em torno dos quarenta: com 82 anos morreu rodeada de suas monjas.
Oliver Sacks falou de enxaqueca para explicar suas visões, e o filme Visão da Vida de Hildegarda de Bingen reflete essas mortes como se se tratasse de catalepsia. Como se ela mesma tivesse feito o próprio filme mil anos depois, os diálogos estão baseados em frases textuais extraídas de seus tratados e cartas, e a trilha sonora foi composta por ela mesma.
Wikicommons
O suicídio de uma monja grávida se transformou no detonador para requerer a ruptura com o mosteiro masculino no qual as monjas ficavam. Hildegarde propôs fundar um monastério somente para mulheres, inspirada por uma de suas visões, e conseguiu. Enfrentou a rejeição e ameaças dos mais próximos, mas entre os mais poderosos ninguém lhe negava nada. Assim conseguiu fundar o mosteiro que queria, Rupertsberg, mais perto do Reno. Para lá foi com uma vintena de monjas, algumas das quais se opuseram à sua decisão. Mas não fundou só um mosteiro: Elbingen foi o segundo, que visitava duas vezes por semana.
Para Hildegarde não era importante pertencer a uma ordem de clausura. Além de ter se transferido para o mosteiro e viajar para encontrar-se com políticos e clérigos, com mais de 60 anos saiu para pregar nas praças.
Tornou-se um mito entre a comunidade LGTBI por sua suposta homossexualidade e também um ícone popular e inspirador para diversos artistas. O cantor e compositor norte-americano Devendra Banhart lhe dedicou o tema Für Hildegard von Bingen. O escritor britânico Ken Follet iniciou com a história dela o seu documentário Journey Into the Dark Ages e reconheceu que Hildegarda inspirou Caris, a protagonista de seu livro Um Mundo Sem Fim. Foram atribuídas a Hildegarda disciplinas que nem sequer existiam no século 12, como a antropologia.

Falar de Hildegarda de Bingen é falar de arrepiantes visões apocalípticas, de remédios naturais para absolutamente tudo (atualmente um tipo de medicina alternativa alemã parte de seus escritos) e da primeira mulher que conseguiu ter acesso aos pecados alheios por meio da confissão. Inventou um idioma, a Lingua Ignota, com alfabeto próprio, que é considerada a primeira língua artificial e possível precursora do esperanto. É tida como a pioneira da ópera e há até quem, indo longe demais, se atreveu a considerá-la a primeira estrela do rock da história.
Andou de braços dados com reis e papas, denunciou os devaneios dos clérigos e sua voz foi tão valiosa como a dos homens quando as mulheres viviam no silêncio, em casa ou no convento. Mais do que cair no lugar comum, dizer que se adiantou a seu tempo é não fazer justiça à personagem. Ela foi muito mais longe do imaginável no século 12.
--
Publicado originalmente em espanhol pelo site Yorokobu
Traduzido por Maria Teresa de Sousa
http://operamundi.uol.com.br/conteudo/samuel/43521/conheca+a+monja+medieval+que+foi+pioneira+ao+descrever+orgasmo+do+ponto+de+vista+de+uma+mulher.shtml

segunda-feira, 28 de março de 2016


SUA CRIANÇA INTERIOR ESTÁ REDESPERTANDO
Por Maria Chambers
26 de março de 2016
Sua criança interior está redespertando. Você pode senti-la(lo). Notou que ela quer brincar mais? Ela pode surgir como uma vozinha dentro de sua cabeça ou mesmo você está rindo ou gritando de alegria. Ela ou ele pode até estar chamando-a (o) de mamãe ou papai, às vezes.
Você acha que está cada vez mais no momento presente? Já teve o impulso de pular, pelo menos nparte da sua Divindade. Ela faz parte da sua alma. Ela acredita em magia e que tudo é possível desde a privacidade da própria casa?
Mesmo se você não teve filhos nesta existência, você pode encontrar-se sendo muito cuidadosa com ele (a). Você pode encontrar-se escutando mais este pequeno ser. Eles estão falando com você cada vez mais. Fazendo-lhe perguntas, comentando sobre as coisas. Ela pode parecer que olha outras pessoas, crianças, cachorros e gatos, árvores ou simplesmente qualquer coisa com novos olhos.
Ele pode estar lhe pedindo para fazer algo que você normalmente não faria. Alguma coisa realmente engraçada. Ou comer algo realmente delicioso. Saborear cada mordida. Ruidosamente devorar um sorvete. Ela pode ficar eufórica ao escolher algo para vestir e apenas sair para fazer compras ou tomar um café com você. Espero que você esteja apreciando-a (o). Acalentando-o. Fazendo tudo e qualquer coisa que você possa para ter certeza de que ele se sinta feliz e seguro. Porque essa criancinha faz que você permita que ela imagine livremente. Ela a ama muito. Ele o adora. Ele está muito feliz porque você não tem mais necessidade de mantê-lo em um armário, e somente deixá-lo sair em determinadas ocasiões. Ela está contente porque agora você permite que ela esteja com você o tempo todo.
E se você ainda tiver resistência em permitir que a sua criança interior se apresente para brincar e criar, tudo bem. Em breve. Apenas continue fazendo as coisas que lhe trazem um sentido de diversão. Preste menos atenção ao crítico interno que lhe diz que você está sendo frívolo. Sua criança interior está aí e pode ser acessada a qualquer momento. E quando você senti-la, permita-se ser essa criança. Você está suficientemente equilibrada agora em suas energias para não deixar que ela ou ele mande. Você sabe como reconhecê-la e usufruir dessa energia de um jeito equilibrado. Portanto, relaxe e permita que essa parte sua venha à tona. Às vezes, ela pode estar zangada ou triste , mas cada vez mais você vai achar que ela está apenas cheia de alegria e entusiasmo pela vida.
Maria Chambers
N.T.- Mantive a referência aos dois gêneros, ora um ora outro, conforme o texto original.

                Direitos Autorais:
Maria Chambers – https://soulsoothinsounds.wordpress.com
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com  –
https://adavai.wordpress.com/2016/03/26/sua-crianca-interior-esta

http://portalarcoiris.ning.com/group/mensagensdosmetres/forum/topic/show?id=2899738%3ATopic%3A1641071&xgs=1&xg_source=msg_share_topic

COMO AS PESSOAS QUE ESTÃO ENTRANDO NA QUINTA DIMENSÃO ESTÃO AGINDO?



COMO AS PESSOAS QUE ESTÃO ENTRANDO NA QUINTA DIMENSÃO ESTÃO AGINDO?Carlos Torres • 28 de março de 2016
1 — Querem questionar suas existências. Querem buscar o autoconhecimento e têm coragem de acessar suas verdades e descobrir que realmente são.
2 — Não têm medo do autoenfrentamento e preferem sair da zona de conforto ao invés de continuarem presas aos velhos condicionamentos doentios como o medo, o sofrimento e a desesperança.
3 — Não aceitam mais a esperança como padrão para as suas vidas. Estão trocando os sentimentos de esperança pelos sentimentos de confiança. Pois já descobriram que a esperança é somente um maneira bonita de continuar esperando sempre por amanhãs, eternos amanhãs que nunca chegam.
4 — Querem agir ao invés de apenas aguardar que outras pessoas façam o que somente elas podem fazer para mudar as suas vidas.
5 — Não esperam mais que os milagres caiam do céu pela força do acaso, como se fosse possível o Universo dar algo sem querer nada em troca.
6 — Não pedem nada de graça, querem retribuir e não apenas receber.
7 — Já descobriram que não têm controle sobre as outras pessoas e não querem mais mudá-las. Mas lutam para dar o máximo de si para que seus exemplos mudem as outras pessoas.
8 — Não querem mais tudo na hora que desejam. Estão compreendendo que a paciência no fundo é uma prática da paz com a consciência. Têm plena certeza que tudo virá no momento certo e mais adequado. Trabalham insistentemente e com convicção para aquilo que desejam, mas não tentam mais controlar o tempo, pois sabem que não têm esse poder.
9 — Não brigam mais, preferem conversar e dialogar. É impossível entrar na quinta dimensão por exemplo um casal que discute constantemente por motivos futeis como ciúmes ou medo. Sabem que a traição não é um problema do traído, mas sim de quem traí, pois este sim está com um sério problema para ser resolvido em sua vida.
10 — Se posicionam perante as dificuldades e não potencializam mais o problemas. Potencializam sim as soluções. Sempre as soluções.
1 1— Trocaram os sentimentos de inveja pelos sentimentos de admiração.
12 — Têm certeza que tudo o que for para ser, já é. Estão começando a acessar seus propósitos de vida, decretados antes dos seus nascimentos. Sendo assim sabem que há vida após a morte, há vida antes do nascimento e há vida o tempo todo. A vida não cessa jamais.
13 — Já descobriram que as pessoas não mudam, elas apenas vão se transformando naquilo que realmente são e sempre quiseram ser.
14 — Não querem mais perder tempo reclamando. Seus pontos de vistas estão mudando gradativamente e estão começando a enxergar que este mundo é repleto de coisas possíveis de agradecimento diário.
15 — Não querem apenas sobreviver, querem viver intensamente as suas vidas, pois sabem exatamente o valor espiritual que elas possuem.
16 — Estão começando a compreender que a gratidão é o sentimento mais poderoso que existe, e que este sentimento possui uma vibração altíssima capaz de transmutar todos os sofrimentos em cura, todos as mazelas em concórdias e elevações.
17 — Já entendem que a felicidade não está no futuro como disseram para elas desde que nasceram. Sabem que a felicidade verdadeira está no agora e se chama gratidão. Não buscam mais a felicidade, pois sabem que quem está em busca da felicidade no fundo está decretando para si mesmo que é uma pessoa infeliz. Sentem-se felizes porque sabem que é dentro do presente dinâmico e eterno onde tudo acontece.
18 — Sabem que podem criar suas realidades a partir da imaginação e do poder das suas intenções. Não desejam coisas a esmo, desejam com potência e intensidade, pois somente assim conseguirão dialogar com a natureza e manifestar os milagres sobre a Terra.
19 — Não querem perder tempo com fofocas e conversas que não levam a lugar algum. Sabem inverter as vibrações dos ambientes e neutralizar as energias negativas de forma consciente e eficaz.
20 — Estão optando por valorizar mais as pessoas do que as coisas. Sabem que as coisas materias têm preço e a coisas imaterias como as amizades verdadeiras e o amor são coisas preciosas, que por sinal serão somente essas que levarão para além desta vida.
21 — Não querem mais viver num mundo de acúmulos de coisas e consumo doentio. Querem compreender o que é o compartilhamento mútuo e desejam viver em harmonia. Querem dividir para somar e não acumular para juntar.
22 — Não querem mais perder tanta energia tentando se equilibibrar. Preferem a harmonização, pois sabem que todos aqueles que tentam se equilibrar uma hora caem, pois estão vivendo o tempo todo numa espécie de corda bamba.
23 — Querem resolver os problemas o mais rápido possível e só atraem pessoas que pensam da mesma forma. Detestam conviver e trabalhar com pessoas enroladas que não gostam de decidir e estão sempre tentando controlar mental e psiquicamente as outras pessoas.
24 — Estão completamente salvas das mazelas da procastinação. Querem ir adiante e agir.
25 — Estão se sentindo diferentes das outras pessoas, mas sabem que não são melhores que ninguém. Sabem que não são pessoas especiais, mas ao mesmo tempo terão mais responsabilidades perante a sociedade.
26 — Estão isentas de qualquer tipo de preconceito justamente por saberem que um dia já foram em vidas passadas ou poderão ser em vidas futuras aquela pessoa a qual a sociedade pede para julgar. Há somente respeito. Não há discórdia.
27 — As religiões estão ficando em segundo plano. O que importa é a sua ligação direta com Deus. Sem intermediários.
28-Estão tendo sonhos lúcidos e projeções fora do corpo que elucidam suas vidas passadas e futuras.
29 — Estão tendo acesso aos seus mentores espirituais através da intuição e da clarividência.
30 — Querem e crêem no mundo melhor. Não aceitam a ideia das catástrofes e da falta de amor na humanidade. Têm absoluta certeza que a luz vencerá a escuridão como sempre fez.
31 — Não estão mais conseguindo assistir televisão.
32 — Sabem que a quinta dimensão não é um lugar, mas sim uma frequência.
33 — Não têm mais medo do desconhecido. Sabem que o mundo extrafísico faz parte da Natureza dos homens e a paranormalidade deve ser encarada como algo natural e não como algo amedrontador.
34 — Sabem que o demônio não existe. Existe somente orgulho, egoísmo, ganância, medo e ilusão.
Namastê Emoticon heart

quarta-feira, 23 de março de 2016

A Dança - Convite


Porque somos muito mais do que nos ensinaram.
As danças têm suas origens na maravilhosa relação com a Grande Natureza, a Mãe Terra, 
com o Sol, os Planetas e as Estrelas.
O movimento, em entrega total, 
estabelece uma conexão com a divindade de nosso Ser.
Aqui tudo é Sagrado, tudo é uno, comum união.




A Dança
Eu lhe mandei meu convite,
a nota inscrita na palma da minha mão pela chama da vida.
Não dê um salto gritando: “Sim! É isso que eu quero! Vamos em frente!”
Apenas se levante em silêncio e dance comigo.


  
Oriah Mountain Dreamer




sábado, 19 de março de 2016

Falando de Amor



''Falo do amor ao despertar, falo do amor quando sonho, com as flores, com os campos, as fontes, os ecos, o ar, os ventos, e se não houver alguém que me escute, falo deste amor comigo mesmo."
(Wolfgang Amadeus Mozart)

O Que a Ciência Nos Diz Sobre a Inteligência Intuitiva do Coração

Os cientistas maravilhosos e brilhantes do Instituto do Coração Matemático têm feito um trabalho incrível ao lançar luz sobre algumas descobertas muito significativas em relação a ciência do coração.
O Instituto de Coração Matemático é uma organização de pesquisa e educação sem fins lucrativos,reconhecida internacionalmente, dedicada a ajudar as pessoas a reduzir o estresse, auto regulando as emoções e construindo a energia e resistência para uma vida feliz e saudável. As ferramentas, tecnologia e treinamento do Coração Matemático ensinam as pessoas a contar com a inteligência do seu coração em conjunto com a sua mente em casa, na escola, no trabalho e no lazer.
Uma grande parte de sua pesquisa investigou a interação do coração com o cérebro. Pesquisadores do Instituto examinaram como o coração e o cérebro se comunicam entre si e como isso afeta a nossa consciência e a forma como percebemos o nosso mundo.
Suas pesquisas lançaram luz sobre uma série de fatos uma, por exemplo, é quando uma pessoa está sentindo emoções muito positivas como gratidão, amor, ou apreciação, o coração envia uma mensagem muito diferente. Eles foram capazes de determinar isso pelo fato do coração emitir o maior campo eletromagnético produzido no corpo e eles podem coletar dados a partir dele.
“A informação emocional é realmente codificada e modulada nestes campos. Ao aprender a mudar as nossas emoções, estamos mudando a informação codificada nos campos magnéticos que são irradiados pelo coração e que pode impactar naqueles que nos rodeiam. Estamos fundamentalmente e profundamente ligados uns aos outros e ao próprio planeta.” ~Rolin McCratey, Ph.D, diretor de pesquisa do Instituto.
Este é um trabalho muito importante, pois ele mostra como o coração desempenha um importante papel muito além do que é comumente conhecido. Você sabia que o seu coração emite campos eletromagnéticos que mudam de acordo com suas emoções ? Você sabia que o coração humano tem um campo magnético que pode ser medido até vários metros de distância do corpo humano ? Você sabia que as emoções positivas criam benefícios fisiológicos em seu corpo ? Você sabia que você pode estimular o seu sistema imunológico, evocando emoções positivas ? Você sabia que as emoções negativas podem criar um caos no sistema nervoso e que as emoções positivas fazem o contrário ? Você sabia que o coração tem um sistema de neurônios que têm tanto memória de curto prazo como de longo prazo e que seus sinais enviados ao cérebro podem afetar as nossas experiências emocionais ? Você sabia que no desenvolvimento fetal, o coração se forma primeiro e começa a bater antes do cérebro se desenvolver ? Você sabia que as ondas cerebrais de uma mãe podem se sincronizar com os batimentos cardíacos do seu bebê ? Você sabia que o coração envia mais informações para o cérebro do que vice-versa ?
Abaixo um vídeo do instituto sobre a inteligência intuitiva do coração. Definitivamente vale a pena dar uma olhada.

É por isso que é importante para a raça humana mudar a forma como se sente por dentro.
O Instituto do Coração Matemático faz um trabalho maravilhoso ao promover a importância da razão pela qual é fundamental para muitos de nós mudarmos a forma como nos sentimos por dentro. Muito pouco pode ser feito a partir de um lugar de tristeza, angústia, sofrimento e depressão. Na nossa experiência humana atual, a vida cotidiana que todos parecem participar de fato pesa sobre muitos. Muitas pessoas estão sentindo que viver o estilo de vida que temos vivido, lutando para pagar as contas, trabalhando constantemente não é um tipo natural de existência para a raça humana. É uma experiência que torna difícil manter uma “frequência elevada” ou um estado positivo para alguns. O que torna ainda mais desconcertante é o fato de que não tem que ser dessa maneira, nós somos capazes de muito mais.
Ao mesmo tempo, temos um grande número de pessoas que lutam para se alimentar, se vestir e se abrigar. A Terra está sendo destruída e o nosso tempo para mudar estas coisas parece ser limitado. Esta realidade difícil ainda está presente na Terra, não obstante o número de soluções que foram identificadas, que poderiam aliviar estes problemas. Pode ser difícil manter um estado de espírito positivo quando vemos tantas coisas em nosso planeta que precisa mudar, mas não podemos mudar o que gostaríamos de mudar, a menos que façamos a partir de um estado de paz positiva.
Apesar de todas essas experiências, muitas pessoas experimentam e conseguem encontrar a paz interior e momentos de alegria independentemente da sua experiência, o que é bastante notável. É tudo sobre a perspectiva, veja a imagem maior e mude a maneira como você olha as coisas.
A felicidade é, sem dúvida, um trabalho interno, mas é uma experiência humana que não está em ressonância com muitos, pois é difícil de manter. Isto é evidente em uma variedade de áreas em que as pessoas estão começando a se levantar e exigir mudanças. Mais e mais pessoas estão querendo mudar toda essa experiência humana em vários níveis, onde todos possam prosperar, onde todos possam se sentir bem, onde ninguém tenha que sofrer ou sentir emoções negativas. Se alguém está sofrendo, todos nós sofremos, essa é a maneira que nós sentimos e é claro que muitos estão em ressonância com esse sentimento.
A coisa engraçada sobre os nossos sentimentos é que, na maioria das vezes é uma escolha. Nós podemos mudar a nossa forma de sentir apenas mudando nossos pensamentos. As emoções negativas sobre uma pessoa, lugar ou certa experiência em nossas vidas ou o planeta são geralmente o resultado de pensamentos que temos sobre eles. No final do dia, no grande esquema das coisas é apenas uma experiência humana e todas as experiências estão nos servindo, oferecendo oportunidades de crescimento.
Basicamente, emoções positivas, sentimentos de amor, gratidão, compaixão, tem um impacto maior do que podemos imaginar. Estas são todas as características da consciência e como a física quântica está nos mostrando, a consciência desempenha um papel na criação da nossa realidade (você pode ler mais sobre isso aqui). Se isso é verdade, como nos sentimos certamente desempenha um grande papel conforme a pesquisa do Instituto do Coração Matemático, é claro que ao sentir boas e positivas emoções (gratidão, amor e compaixão) permitimos que elas desempenhem um papel muito importante quando se trata da natureza da nossa realidade e é a chave fundamental para a mudança global.
A conclusão fundamental da nova física também reconhece que o observador cria a realidade. Como observadores, estamos pessoalmente envolvidos com a criação da nossa própria realidade. Os físicos estão sendo forçados a admitir que o Universo é uma construção “mental”. O físico pioneiro Sir James Jeans escreveu:
“O fluxo de conhecimento está indo em direção a uma realidade não mecânica, o Universo começa a se parecer mais com um grande pensamento do que como uma grande máquina. A mente já não parece ser um intruso acidental no reino da matéria, devemos antes saudá-la como o criador e governador do reino da matéria. Supere isso e aceite a conclusão indiscutível. O Universo é imaterial, mental e espiritual” ~RC Henry (“O Universo Mental ” Nature 436: 29, 2005, Professor de Física e Astronomia da Universidade Johns Hopkins University)
©Arjun Walia

Ciência explica porque reclamar altera negativamente o cérebro

science-happiness_synapses
Ouvir alguém reclamar, mesmo que seja você mesmo, nunca fez bem. Algumas pessoas dizem que reclamar pode agir como uma catarse, uma maneira de descarregar emoções e experiências negativas. Mas olhar com mais atenção ao que o ato de reclamar realmente faz para o cérebro nos dá motivos reais para lutar por um estado de espírito mais positivo e eliminar o mimimi de nossas vidas.
O cérebro é um órgão complexo que, de alguma forma, funciona em conjunto com a consciência para criar a personalidade de um ser humano, sempre aprendendo, sempre recriando e se regenerando. É ao mesmo tempo o produto da realidade e o criador da realidade, e a ciência está finalmente começando a entender como o cérebro cria a realidade.
Autor, cientista da computação e filósofo, Steven Parton, examinou como as emoções negativas na forma de reclamações, tanto expressas por você mesmo ou vindas de outros, afetam o cérebro e o corpo, nos ajudando a entender por que algumas pessoas parecem não conseguir sair de um estado negativo.
Sua teoria sugere que a negatividade e a reclamação realmente alteram fisicamente a estrutura e função da mente e do corpo.
“Sinapses que disparam juntas, se mantém juntas”, diz Donald Hebb, que é uma maneira concisa de compreender a essência da neuroplasticidade, a ciência de como o cérebro constrói suas conexões com base em tudo a que é repetidamente exposto. Negatividade e reclamações irão reproduzir mais do mesmo, como essa teoria destaca.
Donald Hebb explica ainda:
By Curtis Neveu - Own work, CC BY-SA 3.0,
By Curtis Neveu – Own work, CC BY-SA 3.0
“O princípio é simples: em todo o seu cérebro há uma coleção de sinapses (responsáveis por transmitir as informações de uma célula para outra) separadas por espaços vazios chamados de fenda sináptica. Sempre que você tem um pensamento, uma sinapse dispara uma reação química através da fenda para outra sinapse, construindo assim uma ponte por onde um sinal elétrico pode atravessar, carregando a informação relevante do seu pensamento durante a descarga.
… toda vez que essa descarga elétrica é acionada, as sinapses se aproximam mais, a fim de diminuir a distância que a descarga elétrica precisa percorrer… o cérebro irá refazer seus próprios circuitos, alterando-se fisicamente para facilitar que as sinapses adequadas compartilhem a reação química e, tornando mais fácil para o pensamento se propagar.“
Além disso, a compreensão desse processo inclui a ideia de que as ligações elétricas mais utilizadas pelo cérebro se tornarão mais curtas, portanto, escolhidas mais frequentemente pelo cérebro. Isso explica como a personalidade é alterada.
No entanto, como seres conscientes, temos o poder de modificar esse processo, simplesmente ao nos tornarmos conscientes de como o jogo universal da dualidade atua no momento em que surgem os pensamentos. Nós temos o poder de escolher criar pensamentos conscientes de amor e harmonia, garantindo, assim, que o cérebro e a personalidade sejam positivamente alterados.
A empatia e o efeito em grupo
Vamos além do efeito que a reclamação tem sobre o próprio indivíduo. Essa linha de raciocínio científico se estende até a dinâmica entre duas pessoas, explicando cientificamente como a reclamação joga outras pessoas para baixo.
Assim, quando alguém derrama um caminhão de fofocas, de negatividade e drama em cima de você, você pode ter certeza que está sendo afetado bioquimicamente, diminuindo as suas chances ser feliz. A exposição a esse tipo de explosão emocional realmente provoca stress. E já sabemos que o estresse mata. Portanto, reclamação e negatividade podem contribuir seriamente para a sua morte precoce.
Parton refere-se a essa perspectiva como “a ciência da felicidade”, e este comportamento de reclamação contínua oferece um estudo propício para a ligação entre o poder do pensamento e a capacidade de controle que uma pessoa pode ter sobre a criação de sua realidade tridimensional.
“… Se você está sempre reclamando e menospreza o seu próprio poder sobre a realidade, você não pensa que tem o poder de mudar. E assim, você nunca vai mudar. “
http://www.waysup.com.br/ciencia-explica-porque-reclamar-altera-negativamente-o-cerebro/

MÃE DIVINA





Minha mãe minha rainha
Foi ela que me entregou
Para mim ser jardineiro
No jardim de belas flores
No jardim de belas flores
Tem tudo que procurar
Tem primor e tem beleza
Tem tudo que Deus me dá
Todo mundo recebe
As flores que vêm de lá
Mas ninguém presta atenção
Ninguém sabe aproveitar
Para zelar este jardim
Precisa muita atenção
Que as flores são muito fina(s)
E não podem cair no chão
O jardim de belas flores
Precisa sempre aguar
Com as prece(s) e os carinhos
Ao nosso pai universal

- Mestre Irineu-






OM - BHUR BHUVA SWAH
TAT SAVITUR VARENAYAM
BHARGO DEVASYA DHIMAHI
DHIYO YO NAH PRACHODAYAT

Em um mundo melhor,
a lei natural é a do amor.
Em uma pessoa melhor,
sua natureza também é amorosa.
O amor é o princípio
que cria e sustenta as relações humanas,
O amor espiritual leva ao silêncio,
e esse silêncio tem o poder de unir,
orientar e liberar as pessoas.
E mais, quando o seu amor é aliado à fé,
cria uma forte estrutura para a iniciativa e a ação.
Lembre-se: o amor é um catalisador para mudanças,
desenvolvimento e conquistas.

Por Brahma Kumaris






Encontre mais músicas como esta em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica