Pesquisa

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

2. O que é a salvação?

1. A salvação é uma promessa, feita por Deus, de que por fim encontrarás teu caminho até Ele. Ela não pode senão ser cumprida. Ela garante que o tempo terá um fim e que todos os pensamentos que nasceram no tempo também findarão. A Palavra de Deus é dada a cada mente que pensa ter pensamentos separados e substituirá esses pensamentos de conflito pelo Pensamento de paz.

2. O Pensamento de paz foi dado ao Filho de Deus no instante em que sua mente pensou em guerra. Antes não havia necessidade de tal Pensamento porque a paz era dada sem opositores e simplesmente existia. Mas, quando a mente se divide, surge uma necessidade de cura. Por esta razão o Pensamento que tem o poder de curar a divisão se tornou uma parte de cada fragmento da mente que ainda era uma só, mas que deixou de reconhecer sua unidade. Naquele momento ela não se conhecia e pensava que sua própria Identidade estava perdida.

3. Salvação é desfazer no sentido de que, deixando de apoiar o mundo, ela não faz nada. Deste modo, ela abandona as ilusões. Por não apoiá-las, ela deixa simplesmente que elas se reduzam a pó suavemente. E, agora, revela-se o que elas escondiam; um altar ao santo Nome de Deus, sobre o qual está escrita a Palavra d'Ele, com as dádivas do teu perdão depositadas diante dele e a lembrança de Deus logo atrás.

4. Vamos entar neste lugar diariamente para passarmos algum tempo juntos. Aqui compartilhamos nosso último sonho. É um sonho no qual não há tristeza, pois ele contém um indício de toda a glória que Deus nos dá. A relva irrompe do solo agora, as árvores começam a brotar e os pássaros vêm viver em seus galhos. A terra renasce com nova perspectiva. A noite acaba e chegamos juntos à luz.

5. Daqui oferecemos a salvação ao mundo, pois é aqui que a salvação foi recebida. A canção de nosso júbilo é o aviso para todo o mundo de que a liberdade voltou, de que o tempo está quase no fim e de que o Filho de Deus só tem de esperar mais um instante até que seu Pai seja lembrado, os sonhos acabem e a eternidade brilhe afastando o mundo para que absolutamente só o Céu exista.



LIÇÃO 231


Pai, eu quero apenas me lembrar de Ti.

1. Pai, o que posso buscar a não ser Teu Amor? Talvez eu pense que busco alguma outra coisa; alguma coisa à qual dei muitos nomes. No entanto, Teu Amor é a única coisa que busco ou já busquei. Pois não há, verdadeiramente, nada mais que eu possa querer encontrar. O que mais eu poderia desejar a não ser a verdade acerca de mim mesmo?

2. Esta é tua vontade, meu irmão. E compartilhar esta verdade comigo e também com Aquele Que é nosso Pai. Lembrar d'Ele é o Céu. É isto que buscamos. E é só isto que nos será dado achar.




Maria

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Sua doença é o seu aliado, não seu inimigo

Este é um artigo publicado no "La Vanguardia em 27/11/2002", é uma entrevista antiga, mas de grande interesse. A Entrevistada é Ghislaine M. Victor Lactot Amela, uma ex-médica e autora de "A Máfia Médica", que desafia o atual sistema de saúde.

" Tenho 61 anos e nasci em Montreal (Canadá). Fui médica e hoje sou Ghislaine Lactot, médica da alma.

Divorciei-me duas vezes, tenho quatro filhos (de 37e 28 anos) e quatro netos. Política? Soberania individual! Acredite em si mesmo: você é divino e se esqueceu.

A medicina moderna promove a doença, não a saúde: a denúncia sobre isso está em meu livro "A Máfia Médica".

Estou gripado, o que você me receita?
- Nada.

Nem um pouco de Frenadol?
- Por quê? Para encobrir os sintomas? Não. Cuide de seus sintomas, ouça-se! E sua alma vai lhe dar a receita.

Mas eu fico na cama ou não?
- Pergunte a si mesmo, e faça o que você sente que lhe convém mais. Acredite em si mesmo!

Mas os vírus não se importam com o que eu acredito!
Oh, agora vejo: você escolhe o papel de vítima. Sua atitude é: "Eu peguei a gripe. Eu sou uma vítima de um vírus. Preciso de remédio"!
- Claro que sim, como todos...

Bem, aí está... Minha atitude seria: "Eu me dei uma gripe de presente. Eu sou o responsável! Devo me cuidar um pouco". E eu gostaria de ir para a cama, repousaria, relaxaria, meditaria um pouco sobre como eu tenho me maltratado ultimamente. ..
- V. se deu uma gripe de presente, você diz?

Sim! Sua doença vem de você, e não de fora. A doença é um presente que você faz para se encontrar consigo mesmo.
- Mas ninguém quer uma doença...

A doença reflete uma desarmonia interna em sua alma. Sua doença é o seu aliado, sinaliza que olhe para sua alma e veja o que acontece com você. Agradeça, pois lhe dá a oportunidade de fazer as pazes com você mesmo!
- Talvez o mais prático fosse um comprimido.. .

Fazer a guerra contra a doença? Isso é o que sugere a medicina de hoje, e as guerras matam, sempre trazem a morte.
- Não me diga agora que a medicina mata...

Um terço das pessoas hospitalizadas o são pelo efeito dos medicamentos! Nos Estados Unidos, 700.000 pessoas morrem anualmente por causa dos efeitos colaterais dos medicamentos e dos tratamentos hospitalares.
- Morreriam do mesmo jeito sem medicação, ora..

Não. Não se mudarmos o foco: a medicina moderna se esqueceu da saúde, é uma medicina da doença e da morte! Não é uma medicina da saúde e da vida.
Medicina da doença? Esclareça!...

Na China antiga, um acupunturista era demitido se o seu paciente ficasse doente. Ou seja, o médico cuidava de sua saúde! Entende? Toda nossa medicina é, portanto, um fracasso total.
- Prefere remédios alternativos, por quê?

Eles respeitam mais o corpo que a medicina industrial, é claro: a homeopatia (será a medicina do século XXI!) Acupuntura, fitoterapia, reflexoterapia, massoterapia. ... a prática da yoga... a meditação... são mais baratos... e bem menos perigosos.
- Mas eles não salvam ninguém do câncer.

Diga isso à medicina convencional! Ela o salvaria de um câncer?
- Pode fazer isso, sim.

O que fará com certeza é lhe envenenar com coquetéis químicos, lhe queimar com radiação, lhe mutilar com extirpações...
E, ainda por cima, a cada dia há mais câncer! Por quê? Porque as pessoas vivem esquecendo sua alma (que é divina): a paz de sua alma será a sua saúde, porque seu corpo é o reflexo material da sua alma. Se você se reencontrar com sua alma, se estiver em paz com ela... não haverá câncer!
- Belas palavras, mas se seu filho tivesse câncer, o que você faria?

Alimentaria sua fé em si mesmo: isso fortalece o sistema imunológico, o que afasta o câncer. O medo é o pior inimigo! O medo compromete a sua autodefesa. Nada de medo, nada de se render ao câncer! Tranqüilidade, convicção, delicadeza, terapias suaves...
- Desculpe-me, mas faz mais sentido ir a um oncologista, um médico especialista.

A medicina convencional só deve ser o último recurso, o extremo mesmo... E se sua alma estiver em paz, você nunca irá precisar dela.
- Bem, tenhamos então a alma em paz... mas, se por acaso encontrarem a vacina.

Não! Elas são produzidas com células de ovário de hamster cancerizadas para multiplicá-las e cultivá-las em um soro de bezerro estabilizado com alumínio (Este da hepatite B, com seu vírus): Você injetaria seus filhos com isso?
- Já tenho feito isso várias vezes...

E eu com os meus: Eu era médica, mas ainda não sabia o que sei agora ... No entanto, hoje meus filhos já não vacinam a seus filhos!
- Acho que vou continuar com as vacinas...

Por quê? A medicina atual mata moscas com um martelo: nem sempre morre a mosca, mas sempre se quebra a mesa de cristal. Há tantos efeitos colaterais.. .
- Por que abominou a medicina?

Tornei-me uma médica para ajudar. Eu me concentrei em Flebologia, as veias varicosas. Cheguei a ter várias clínicas. Mas fui percebendo o poder mafioso na indústria médica, que prejudica nossa saúde, que vive à custa de que estejamos doentes! Denunciei isso... e fui expulsa da faculdade de Medicina.
- Ou seja, você já não pode prescrever remédios...

Melhor! Os medicamentos são fabricados pensando na lógica industrial do máximo benefício econômico, e não pensando em nossa saúde. Pelo contrário: se estamos doentes, a máfia médica continua fazendo dinheiro!
- E a quem interessa a "máfia médica"?

À Organização Mundial de Saúde (OMS), às multinacionais farmacêuticas que a financiam, aos governos obedientes, aos hospitais e médicos (muitos por ignorância).. . O que está por trás disso? O dinheiro!
- Você não escolhe nenhum inimigo pequeno...

Eu sei, porém, se eu tivesse me calado, teria ficado doente e hoje estaria morta.
- Qual foi sua última doença?

Dois dias atrás, heheee... uma diarréia!
- E para refletir o que em sua alma?

Oh, eu não sei, eu não analisei... simplesmente limitei-me a não comer... E já me sinto bem!
- Mas, e se ficar muito mal, hein?
Sei, sei... Se a doença for visitá-lo, acolha-a, abrace-a! Faça as pazes com ela! Não saia correndo como louco para encontrar um médico, um salvador... Seu salvador vive dentro de você. Seu salvador é você. Você tem Deus dentro de você, porque foi criado para ser perfeito como Ele!"


************ ********* ***
Eu creio em tudo o que ela diz, porque
"As mazelas normalmente aparecem para avisar que nosso organismo não está bem, que precisa ser tratato com carinho e urgencia; se não houver um propósito firme de nossa parte, a doença jamais nos abandonará. Cabe a nós, o nosso próprio bem estar; fazer de nossa força espiritual um escudo contra todos os males."
Dora Saunier

A DANÇA COMO CAMINHO DE CONEXÃO INTERIOR

Uma verdadeira viagem se inicia quando o movimento alça vôo em nossos corpos. Porque somos muito mais do que nos ensinaram.

As danças têm suas origens na maravilhosa relação com a Grande Natureza, a Mãe Terra, com o Sol, os Planetas e as Estrelas.
O movimento, em entrega total, estabelece uma conexão com a divindade de nosso Ser.

Aqui tudo é Sagrado, tudo é uno, comum união.



Quando você dança pode sentir a conexão com os diversos elementos, como por exemplo: o vento que alude à transparência do espírito; a água que é pura flexibilidade; você também pode se converter em montanha, porque interiormente somos tão imponentes e fortes como ela. Outras vezes voaremos buscando o fogo e a luz do Sol, ou viajaremos no brilho de uma estrela.

Contam as diversas tradições que os deuses criadores se reuniram, para plasmar cada um a partir de seu dom. Assim uns se dispuseram a trabalhar com os sons e os cantos; outros pintaram o universo de cores; alguns brincaram com as formas e finalmente outro grupo animou com o movimento, para que tudo fluísse em harmonia e beleza.
O homem, dizem, foi criado para gozar de todos os sentidos e lhe outorgaram a qualidade de experimentar a criatividade, que é uma sincronização com os dons dos deuses. Por isso quando dançamos e cantamos recordamos esse pedaço da chispa divina que na verdade somos.



A dança, em primeiro lugar, quebra todas as limitações da mente e permite descobrir o poder de ser.

Em seguida, são removidas as emoções para serem transformadas; vão aparecendo, como camadas, para serem abandonadas espontaneamente.

Conforme se dança a energia flui e os corpos sutis gradualmente fecham antigas feridas. Aparece o bem-estar e a capacidade de desfrutar; geramos endorfinas.
Um dia descobrimos a enorme capacidade de nos comunicar através desta linguagem que transcende idiomas e fronteiras. Aparece a reciprocidade de dar e receber amor. É o poder do coração aberto.

Um pouco mais adiante, a dança não terá formas rígidas e expressará a conexão com o ser total que pode ser experimentado como êxtase. O conjunto de corpos que somos se torna flexível, elástico. Passamos do movimento total à quietude mais extrema, tal e qual são os ritmos da natureza expressas nas estações.

Vamos descobrindo que o corpo se manifesta em formas geométricas enquanto dança, e em um momento a entrega é tal que você se converte em luz, só luz. É maravilhoso você sentir que está aqui e ali, plenamente consciente.



Por isso, especialmente nas tradições nativas o trabalho com as danças, não requer plantas de poder. A dança e o canto são alucinógenos sonoros por excelência, expandem a consciência naturalmente.

Então a dança é geradora de purificação para a alma de quem está trabalhando com ela, quando se utilizam as músicas adequadas.

Você é convidado a experimentar e a contar suas experiências.

Fonte: Rede Cusi Huasi
Tradução para o português: Eleonôra

domingo, 8 de agosto de 2010





Venho hoje a Ti, Senhor,


pedir que estenda Tuas Mãos Divinas sobre todos os pais, abençoando-os.


Abençoa, Senhor, o pai amigo e companheiro,

o pai sempre presente,

que oferece o colo e estende a mão,

mas também o pai ausente, colocando todo teu amor em seu coração.


Abençoa, Senhor,

o pai que hoje recebe o abraço de seus filhos

e o pai que chora a ausência do filho que partiu para teus braços.


Dai a este, o consolo da mansa saudade e enxuga,

com Teu Divino Manto, as lágrimas que vertem de seus olhos.


Estenda, Senhor,

Tuas mãos de amor sobre todos os pais,

concedendo a eles os dons da paciência,

compreensão, tranqüilidade, ternura, justiça, fé na vida e em seus filhos,

e amor, muito amor, para que cada filho seja, para seu pai, um pai,

e para que cada pai seja, para seu filho, um filho.



E aos filhos, cujos Pais estão junto a Ti, dai a Fé e o entendimento de que os pais nunca vão embora; eles apenas mudam de lugar!




Abençoa, Senhor estenda Tuas Mãos Divinas sobre todos os pais!!!



UM AMOROSO ABRAÇO NOS CORAÇÕES DE TODOS PAIS, E QUE ELES SEJAM SEMPRE FELIZES E BEM AVENTURADOS





amorosamente

Maria Elisete

MÃE DIVINA





Minha mãe minha rainha
Foi ela que me entregou
Para mim ser jardineiro
No jardim de belas flores
No jardim de belas flores
Tem tudo que procurar
Tem primor e tem beleza
Tem tudo que Deus me dá
Todo mundo recebe
As flores que vêm de lá
Mas ninguém presta atenção
Ninguém sabe aproveitar
Para zelar este jardim
Precisa muita atenção
Que as flores são muito fina(s)
E não podem cair no chão
O jardim de belas flores
Precisa sempre aguar
Com as prece(s) e os carinhos
Ao nosso pai universal

- Mestre Irineu-






OM - BHUR BHUVA SWAH
TAT SAVITUR VARENAYAM
BHARGO DEVASYA DHIMAHI
DHIYO YO NAH PRACHODAYAT

Em um mundo melhor,
a lei natural é a do amor.
Em uma pessoa melhor,
sua natureza também é amorosa.
O amor é o princípio
que cria e sustenta as relações humanas,
O amor espiritual leva ao silêncio,
e esse silêncio tem o poder de unir,
orientar e liberar as pessoas.
E mais, quando o seu amor é aliado à fé,
cria uma forte estrutura para a iniciativa e a ação.
Lembre-se: o amor é um catalisador para mudanças,
desenvolvimento e conquistas.

Por Brahma Kumaris






Encontre mais músicas como esta em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica