Pesquisa

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Bhajans - Ao cantar o Nome de Deus, recarregamos nossas baterias





Ao cantar o Nome de Deus, recarregamos nossas baterias e ajudamos a purificar a atmosfera espiritual do planeta. Mas este serviço no plano sutil não é suficiente: a energia absorvida nos bhajans deve ser usada para prestar serviço.
Para as pessoas que não acreditam no poder dos bhajans, Baba diz:
"Algumas pessoas podem achar graça dos bhajans (canções devocionais), chamá-los de um mero show de exibição e recomendar, ao invés, a meditação quieta, no recesso silencioso do templo. Mas a reunião ou companhia de muitos, cantando, ajuda a remover o egoísmo."

"... Na verdade, cantar o nome de Deus em grupo afasta vocês de pensamentos dispersivos, os mesmos que invadem suas cabeças quando vocês cantam sozinhos. Por isso, cantem alto a glória de Deus e saturem a atmosfera com adoração divina."
"... Não se engajem no Nama Sankirtana (canto do Nome de Deus em grupo) como um passatempo, modismo, fase passageira ou parte desagradável de uma programação imposta que deve ser cumprida todo dia. Pensem nele como parte do treinamento espiritual a ser seriamente cumprida para reduzir os apegos às coisas transitórias, purificando e fortalecendo-os, libertando-os do ciclo de nascimentos e mortes e, consequentemente, dos sofrimentos. Pode parecer uma cura frágil para um mal tão terrível. Contudo, o Nama Sankirtana é um remédio para todos os males."


"... Mantenham o nome de Deus sempre nos lábios e descobrirão que todos os pensamentos de ódio e inveja desaparecerão de seus corações. Se vocês, pelo menos, mostrarem algum interesse genuíno por sua própria elevação, estarei pronto para ajudá-los e coroar seus esforços com o sucesso. Portanto, não desperdicem tempo inutilmente."

"Deixem que cada momento seja uma canção devocional (bhajan). Evitem conversas fúteis. Conheçam o propósito dos Bhajans e devotem-se de todo coração a cantá-los. Retirem o máximo benefício dos anos que lhes foram concedidos."
Sathya Sai Baba, no livro "O Homem Santo e o Psiquiatra





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

MÃE DIVINA





Minha mãe minha rainha
Foi ela que me entregou
Para mim ser jardineiro
No jardim de belas flores
No jardim de belas flores
Tem tudo que procurar
Tem primor e tem beleza
Tem tudo que Deus me dá
Todo mundo recebe
As flores que vêm de lá
Mas ninguém presta atenção
Ninguém sabe aproveitar
Para zelar este jardim
Precisa muita atenção
Que as flores são muito fina(s)
E não podem cair no chão
O jardim de belas flores
Precisa sempre aguar
Com as prece(s) e os carinhos
Ao nosso pai universal

- Mestre Irineu-






OM - BHUR BHUVA SWAH
TAT SAVITUR VARENAYAM
BHARGO DEVASYA DHIMAHI
DHIYO YO NAH PRACHODAYAT

Em um mundo melhor,
a lei natural é a do amor.
Em uma pessoa melhor,
sua natureza também é amorosa.
O amor é o princípio
que cria e sustenta as relações humanas,
O amor espiritual leva ao silêncio,
e esse silêncio tem o poder de unir,
orientar e liberar as pessoas.
E mais, quando o seu amor é aliado à fé,
cria uma forte estrutura para a iniciativa e a ação.
Lembre-se: o amor é um catalisador para mudanças,
desenvolvimento e conquistas.

Por Brahma Kumaris






Encontre mais músicas como esta em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica