Pesquisa

terça-feira, 18 de outubro de 2011

CRISE: CHOROS NÃO VÃO AJUDAR


Nosso problema é que clamamos da dor que o nosso egoísmo nos causou. Mas o Criador é surdo e não receptivo a este tipo de choro. Podemos chorar o quanto nós quisermos. Temos assistido a um terrível sofrimento ao longo da história, mas a força superior não parece dar atenção a ele.



Isso ocorre porque o propósito da criação, o Pensamento da Criação, todo o seu sistema é construído de modo a trazer o desejo egoísta a correção, para a intenção de doar. Se não choramos a fim de adquirir o atributo de doação, mas, pelo contrário, exigimos fazer o bem ao nosso egoísmo, nós temos o resultado oposto e só fazemos a nossa situação pior. Nós convidamos um efeito muito mais forte negativo, a partir do qual vamos aprender a gritar corretamente.


Este é o problema da humanidade, que não entende a governança Superior. Todo o peso que sentimos, todas as dificuldades e nossa discordância com o Criador vem do fato de que nós não entendemos o Seu plano e esperamos que Ele mude e faça algo por nós. Mas Ele não vai fazer nada! Existe um plano para a correção da ruptura, e eu preciso usá-lo. Isso é tudo.


Se eu não fizer isso, posso chorar, assim como toda a gente tem feito por anos, e quem ajudou? Pelos nossos choros, implorando, e as tentativas para preencher o nosso ego, que só aumentam o nosso desejo de receber e recebemos golpes mais duros, até chegarmos ao desespero total, que estamos começando a sentir agora. Isto é assim e vamos finalmente entender que a salvação só virá a partir da nossa correção e não de demandas egoístas. Não há ninguém para pedir!


Só é possível se voltarmos para um sistema de correção, que é um nível acima de mim e que eu percebo como escuridão total, pois é um sistema de doação. Se eu quiser me adaptar a ele e ser como, eu posso pedir isso. Isto é o que vou receber, se eu realmente pedi-lo.


Meu pedido será realizado se eu pedir para doar por ser aquele que dá, e não para me sentir melhor.


ORAR PELO PODER DE DOAÇÃO INTERNA


O que significa pedir ao Criador? Tenho que adquirir Seus atributos para que?




Pedir é a busca, demanda e até mesmo pedir pela minha própria transformação. Afinal de contas, tenho que expressar o meu próprio desejo por ela. Eu me sentencio (este é o significado de “orar” ou” Lehitpalel” em hebraico), eu investigo quais os atributos que me faltam e como eu posso alcançar a força de doação.


Esta força existe dentro da sociedade. Portanto, se eu entrar na sociedade, desenvolver um desejo de “vestir” em meus amigos com todo meu coração e alma, e me conectar com eles internamente, de modo a dissolver totalmente a este respeito, então eu vou encontrar o poder de doação lá. É exatamente isso o que eu peço.


Oro para chegar a tal estado em que eu vou ver que todo mundo é perfeito e conectado. Esta situação é chamada Shechiná (Divindade), a reunião geral de almas (Knesset Israel). Eu quero estar lá, e eu rezo para a conexão que reúne todas as almas que anseiam para”Yashar-El” (direto para o Criador) a ser realizada em mim.


Eu não recorro a algum poder externo ou desejo que existe de forma independente, ou com alguma figura imaginária. Todas as orações são destinadas a Malchut (do mundo de Atzilut ou o mundo do Infinito), para a conexão entre nós, em que descobrimos doação mútua. Eu quero que este estado seja revelado a mim, e é isso que é pedir.


Este é um ponto muito delicado, e nós temos que ter cuidado para não começar a imaginar alguma estátua ou figura, mas apenas o estado em que estamos conectados e incorporando em cada um, unidos em completa doação.. Mais corretamente, ela deve ser chamada um atributo e não uma força, porque uma força pode parecer como algo distante, enquanto que um atributo é o que eu pretendo adquirir em mim. Estas são diferenças muito pequenas, mas determinam a limpeza da minha atitude, e por isso, elas são tão cruciais.


É dito: “Não há nenhum outro além Dele”, no entanto, temos que imaginar isso como nosso estado em um sistema perfeito. Então podemos estar certos de que não seremos enganados.


Da parte 1 da aula Diária de Kabbalah por Rav laitman de 22/09/2011 www.kab.tv/
Publicado em 25 de setembro de 2011 blog laitman.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

MÃE DIVINA





Minha mãe minha rainha
Foi ela que me entregou
Para mim ser jardineiro
No jardim de belas flores
No jardim de belas flores
Tem tudo que procurar
Tem primor e tem beleza
Tem tudo que Deus me dá
Todo mundo recebe
As flores que vêm de lá
Mas ninguém presta atenção
Ninguém sabe aproveitar
Para zelar este jardim
Precisa muita atenção
Que as flores são muito fina(s)
E não podem cair no chão
O jardim de belas flores
Precisa sempre aguar
Com as prece(s) e os carinhos
Ao nosso pai universal

- Mestre Irineu-






OM - BHUR BHUVA SWAH
TAT SAVITUR VARENAYAM
BHARGO DEVASYA DHIMAHI
DHIYO YO NAH PRACHODAYAT

Em um mundo melhor,
a lei natural é a do amor.
Em uma pessoa melhor,
sua natureza também é amorosa.
O amor é o princípio
que cria e sustenta as relações humanas,
O amor espiritual leva ao silêncio,
e esse silêncio tem o poder de unir,
orientar e liberar as pessoas.
E mais, quando o seu amor é aliado à fé,
cria uma forte estrutura para a iniciativa e a ação.
Lembre-se: o amor é um catalisador para mudanças,
desenvolvimento e conquistas.

Por Brahma Kumaris






Encontre mais músicas como esta em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica