Pesquisa

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Inventando brincadeiras





Quantas vezes você já ouviu seu filho lhe perguntar:


- Mãe do que eu vou brincar?


- E você lhe responde:


Escolha um brinquedo dos muitos que você tem e vá brincar.


- Eu não quero brincar com eles, eu quero outra brincadeira.


Nesse momento parece que dá um “branco” e nenhuma sugestão surge. Você tenta entender como pode seu filho não querer brincar com aqueles brinquedos fantásticos, cheios de tecnologia, que fazem tudo, e que ele só tem que apertar uns botõezinhos. Na sua época, os brinquedos eram simples e raros. O jeito era inventar brincadeiras.


Sim. É ai que mora o segredo! A criança adora os brinquedos eletrônicos, mas também sente necessidade de inventar brincadeiras e exercitar sua fantasia e criatividade. Que tal brincar de massinha? Boa idéia! Não existe criança que não goste de brincar de massinha. Este é um momento que deve ser compartilhado entre mãe e filho.


Brincando de massinha a criança desenvolve a coordenação motora fina que deve ser estimulada por você quando ela lhe pedir ajuda alegando que não está conseguindo fazer aquele detalhe. Você também pode trabalhar conceitos matemáticos perguntando, ao comparar figuras feitas pelo seu filho, qual é a maior ou a menor, o mais curto ou mais comprido, o alto ou baixo. Um momento que pode ser mágico é quando você faz uma cobra bem comprida e em seguida transforma a cobra em bolinha usando a mesma massinha e lhe pergunta em qual das duas figuras tem mais massinha.


Dependendo da idade ele irá responder que é a cobra, pois ainda não tem o conceito de conservação desenvolvido. Porém, quando perceber, por si só, que você fez as duas figuras com a mesma quantidade deverá ser muito elogiado, afinal ele deu um grande passo no seu desenvolvimento cognitivo. É importante que seu filho também brinque sem qualquer compromisso. Será neste momento que sua criatividade estará sendo exercitada.


E já que vai brincar de massinha, que tal fazer você mesma, a massinha! Veja como é fácil e rápido assistindo o vídeo abaixo. Depois de pronta você poderá colori-la separando em pequenos montinhos e acrescentando tinta guache nas cores desejadas. E quando seu filho receber os amiguinhos para brincar em casa, eles podem levar a massinha embora, afinal ela dura aproximadamente 10 dias quando guardada em pote fechado. Gostou da dica? Pois estarei sempre aqui trazendo novas idéias.


Sou Cybele Meyer, mãe, educadora e blogueira também no “Mães com Filhos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

MÃE DIVINA





Minha mãe minha rainha
Foi ela que me entregou
Para mim ser jardineiro
No jardim de belas flores
No jardim de belas flores
Tem tudo que procurar
Tem primor e tem beleza
Tem tudo que Deus me dá
Todo mundo recebe
As flores que vêm de lá
Mas ninguém presta atenção
Ninguém sabe aproveitar
Para zelar este jardim
Precisa muita atenção
Que as flores são muito fina(s)
E não podem cair no chão
O jardim de belas flores
Precisa sempre aguar
Com as prece(s) e os carinhos
Ao nosso pai universal

- Mestre Irineu-






OM - BHUR BHUVA SWAH
TAT SAVITUR VARENAYAM
BHARGO DEVASYA DHIMAHI
DHIYO YO NAH PRACHODAYAT

Em um mundo melhor,
a lei natural é a do amor.
Em uma pessoa melhor,
sua natureza também é amorosa.
O amor é o princípio
que cria e sustenta as relações humanas,
O amor espiritual leva ao silêncio,
e esse silêncio tem o poder de unir,
orientar e liberar as pessoas.
E mais, quando o seu amor é aliado à fé,
cria uma forte estrutura para a iniciativa e a ação.
Lembre-se: o amor é um catalisador para mudanças,
desenvolvimento e conquistas.

Por Brahma Kumaris






Encontre mais músicas como esta em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica