Pesquisa

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Yoga para Mulheres – Período pós-menstrual (lua crescente no corpo)


Início: 24 horas após o término do sangramento.
Término: aproximadamente 5 dias após o término dosangramento.
O que acontece no corpo: o nível de estrogêniocomeça a subir. O útero, os rins e o fígado estão se recuperando de seu intensotrabalho. Se você não toma anticoncepcionais, um óvulo começa a amadurecer emseus ovários. Seu corpo está se preparando para a ovulação e reprodução.
Neste período, direcione sua atenção para: revigorar, despertar,estimular.
Função dos yogasanas: ajudar na eliminação detoxinas remanescentes, tonificar e nutrir os órgãos envolvidos, revigorar todoo corpo.

Uttanasana (postura do alongamento intenso para frente – variações)

Ações: junte os pés e distribua o peso por igual nosdois, alongue-se pra cima a partir da parte interna das coxas, e gire-as pradentro. Deixe pernas e joelhos firmes, erga os braços acima da cabeça, leve acintura pra cima. Na expiração, flexione o quadril, deixe as pernas em 90º e ascostas retas, leve o topo da cabeça paralelo ao chão e apoie as mãos sobreblocos ou cadeira. Permaneça por 30 a 60 segundos. Para sair, mantenha as coxasfirmes, leve as mãos no quadril, o peito à frente e levante-se devagarinspirando.

Benefícios: pacifica ansiedade e irritação. Tonifica e“levanta” o útero, fígado, baço e rins, que ficaram sobrecarregados durante amenstruação.
Cuidado: se tiver dor de cabeça, apoie o topodela numbloco ou cadeira.

Janu sirsasana (postura da cabeçano joelho)

Ações: sente-se no chão com as pernas esticadas àfrente. Flexione o joelho direito e aproxime o calcanhar da virilha direita.Empurre o joelho direito para trás o máximo possível. Passe um cinto abaixo dabola do pé esquerdo e estique a perna esquerda firme em direção ao chão. Vire oabdômen e alinhe o peito com a perna esquerda. Flexione o quadril para frente epuxe o cinto para trás. Se for possível, segure no pé esquerdo, e leve do púbisao peito na direção dele. Mantenha a coluna e a cabeça erguidas. Permaneça por15 a 20 segundos e troque de lado, mantendo o mesmo tempo.
Benefícios: tonifica os órgãos reprodutores e os músculosque os sustentam, a leve torção traz flexibilidade para a coluna vertebral.

Viparita karani (postura com as pernas contra aparede – e ciclo)

Ações: coloque dois cobertores dobrados estreitos auns 10 cm da parede. Sente-se neles com o quadril tocando a parede e com oapoio das mãos vá se deitando, mantendo os glúteos na parede, suba as pernas eapoie-as na parede. Caso sinta tensão nas pernas ou nas costas, afaste um poucoas nádegas da parede. Deitada, você mantém os glúteos descendo na direção dochão; a base das costas e as costelas no cobertor; os ombros, pescoço e cabeçaapoiados no chão. Se houver desconforto no pescoço, coloque um cobertor dobradosob ele e a cabeça. Gire as palmas das mãos pra cima e relaxe os braços.Permaneça com os olhos fechados por 5 minutos.

Ciclos:
Sem mover o tronco, deixe que as pernas se abram paraos lados. Permaneça com os olhosfechados por 3 a 5 minutos.
Sem mover o tronco, flexione os joelhos e una asplantas dos pés. Permaneça com os olhos fechados por 3 a 5 minutos.

Sem mover o tronco, cruze as canelas próximo aostornozelos. Permaneça com os olhos fechados por 2 minutos. Troque o cruzar daspernas e permaneça com os olhos fechados por mais 2 minutos.

Sem mover o tronco, escorregue para trás até o quadrilchegar ao chão, troque o cruzar das pernas, apoiando-as no cobertor. Permaneçacom os olhos fechados por 2 minutos. Troque o cruzar das pernas e permaneça comos olhos fechados por mais 2 minutos.
Para sair da postura, apoie a planta dos pés naparede, traga as coxas no peito, escorregue para trás, gire para o lado direitoe levante-se devagar com o apoio das mãos.

Benefícios: acalma os nervos, equilibra o sistemaendócrino, alivia fadiga, aumenta o fluxo de sangue na pelve, relaxacompletamente o corpo inteiro.

Cuidado: não faça esta postura se estiver menstruada. Seestiver com dor de cabeça relacionada à tensão ou enxaqueca, coloque um apoiosobre a testa durante toda a permanência.

Savasana (postura do cadáver – variação comjoelhos sobre bolster, cabeçano cobertor)

Ações: alongue braços e pernas, apoiando os joelhossobre um cobertor enrolado. Vire palmas das mãos pra cima. Apoie todo o pescoçoe a cabeça sobre um cobertor dobrado bem baixinho. Expire soltando o corpotodo, principalmente as paredes da vagina, o abdômen, a base das costas, osombros, pescoço, músculos faciais. Respire profundamente. Permaneça com osolhos fechados por 5 a 10 minutos. Para sair, dobre as pernas, role para o ladodireito e levante-se com o apoio das mãos.
Benefícios: acalma, alivia fadiga, ansiedade. Relaxandoprofundamente, alivia desconfortos em geral.


Fabiana é instrutora de Hatha Yoga, baseada no método Iyengar, tem 34 anos e pratica há 11. Formada em Arquitetura e Urbanismo, se especializou em Design Gráfico. No passado praticou Kundalini Yoga e Ashtanga Vinyasa Yoga. Quando decidiu se aprofundar no método Iyengar Yoga, iniciou sua formação com Kalidas Nuyken e está finalizando a mesma com Sandro Bosco, em São Paulo. Dedica-se aos estudos, cursos, práticas e ensino deste método. Estudou Biopsicologia com a Dra. Susan Andrews, no Instituto Visão Futuro, com foco em processos de auto-realização do ser humano. Com interesse também em ferramentas como psico-geografia, bioenergética e anatomia emocional, desenvolve no momento um projeto de pesquisa sobre a construção da imagem corporal e outros impactos psicológico-comportamentais da prática de Iyengar Yoga em habitantes de centros urbanos contemporâneos. Editora do blog Moksha Yoga.http://yogapelapaz.blogspot.com/2011/12/yoga-para-mulheres-periodo-fertil-lua.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

MÃE DIVINA





Minha mãe minha rainha
Foi ela que me entregou
Para mim ser jardineiro
No jardim de belas flores
No jardim de belas flores
Tem tudo que procurar
Tem primor e tem beleza
Tem tudo que Deus me dá
Todo mundo recebe
As flores que vêm de lá
Mas ninguém presta atenção
Ninguém sabe aproveitar
Para zelar este jardim
Precisa muita atenção
Que as flores são muito fina(s)
E não podem cair no chão
O jardim de belas flores
Precisa sempre aguar
Com as prece(s) e os carinhos
Ao nosso pai universal

- Mestre Irineu-






OM - BHUR BHUVA SWAH
TAT SAVITUR VARENAYAM
BHARGO DEVASYA DHIMAHI
DHIYO YO NAH PRACHODAYAT

Em um mundo melhor,
a lei natural é a do amor.
Em uma pessoa melhor,
sua natureza também é amorosa.
O amor é o princípio
que cria e sustenta as relações humanas,
O amor espiritual leva ao silêncio,
e esse silêncio tem o poder de unir,
orientar e liberar as pessoas.
E mais, quando o seu amor é aliado à fé,
cria uma forte estrutura para a iniciativa e a ação.
Lembre-se: o amor é um catalisador para mudanças,
desenvolvimento e conquistas.

Por Brahma Kumaris






Encontre mais músicas como esta em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica