Pesquisa

terça-feira, 21 de junho de 2011

Programa Sathya Sai de Educación en Valores Humanos



“A educação não é para a simples subsistência; é para a vida, uma vida mais plena, com mais sentido, mais útil. Não há nada de errado em que também seja utilizada para obter um emprego bem remunerado. Entretanto, o homem instruído deve ser consciente de que a existência não é tudo, que o emprego não é tudo. A educação não é para desenvolver a faculdade da discussão, a crítica ou para obter uma eventual vitória sobre seus oponentes, ou exibir seu domínio da linguagem ou da lógica. O melhor estudo é aquele que ensina a conquistar este ciclo de nascimento e morte e que faz com que vocês não se perturbem com a fortuna ou os golpes do destino. Esse estudo começa onde o estudo de vocês termina.” - Sathya Sai Baba

A maioria dos educadores reconhece que uma parte importante da missão da educação é transmitir o conhecimento e as habilidades necessárias para navegar através desta viagem da vida de forma segura, eficaz e com alguma felicidade. Entretanto, em nossos modernos sistemas educacionais, com demasiada frequência coloca-se uma ênfase incrível na aquisição de habilidades e conhecimentos que permitam ao estudante encontrar um emprego ou praticar uma profissão.
Com muita frequência, o processo educacional se transforma em uma procissão de estudantes que passam por um exercício mecânico. A educação mundana em muitos lugares transformou-se em uma linha de montagem na qual "educar" significa "matricular, inculcar e em seguida graduar".
A preocupação com esse aspecto distorce o papel mais profundo e importante da educação. Sri Sathya Sai Baba afirma: “O fim da educação é o caráter”. Ele declarou que os atributos do caráter encontram-se naquele que pratica os valores humanos universais de Amor, Verdade, Retidão, Paz e Não-violência. Finalmente, assegurou-nos que esses valores são inerentes a todos nós, e surgirão e prevalecerão em nosso ser à medida que cheguemos a conhecer a nós mesmos.
A mensagem é: primeiro, ir para dentro e se conhecer; depois, tirar a reluzir os Valores Humanos que permaneciam adormecidos e, finalmente, aplicar esses valores em nossas vidas diárias. Esse processo de Educare pode nos transformar individualmente, em seguida, à família, à sociedade, à nação e, finalmente, a todo o mundo. A paz que Educare nos dá individualmente é a pedra fundamental da paz mundial.



O papel dos professores

“Podem ensinar amor a seus alunos somente através do amor”
- Sathya Sai Baba



“Não posso te ouvir porque tuas ações falam mais alto”, afirma o sábio ditado popular. É porque o papel do professor é crítico no Educare. Os professores devem se esforçar para serem modelos dos valores humanos que constituem o núcleo do programa. Eles devem ser exemplos vivos. Isso nos lembra os grandes filósofos-professores da antiga Grécia, como Sócrates, que ensinavam não apenas falando e explicando, mas demonstrando os ideais elevados que eles abraçavam através de seu nobre caráter. Também nos lembra dos grandes santos e sábios de todas as religiões, os quais ensinaram e inspiraram, instruíram e transformaram.
Os milhares de educadores que se dedicaram ao longo de anos a levar a Educação Sathya Sai a cada região do planeta sempre permaneceram focados em sua missão de levar luz e amor ao mundo através de Educare.


Os diferentes sistemas do PSSVH
O Programa Sathya Sai em Valores Humanos distingue-se por promover o uso dos conhecimentos acadêmicos para benefício de toda a humanidade, e faz com que os estudantes levem uma vida com um sentido mais sublime que o denominador comum, aspirando ao desenvolvimento espiritual e intelectual de forma conjunta. Para promover o despertar desses valores, Sathya Sai Baba estabeleceu um sistema educacional na Índia completamente gratuito de escolas primárias e secundárias e uma reconhecida Universidade com pós-graduação, que trabalham tanto para o desenvolvimento do caráter quanto para a excelência acadêmica. O Programa Sathya Sai de Educação em Valores Humanos (PSSEVH) é apresentado de forma direta como um plano de aulas separado aplicando diferentes técnicas para o desenvolvimento completo do potencial humano, e de forma indireta incorporando os princípios e os valores aos planos de aula (currículo), nos quais os cinco valores impregnam as diferentes matérias escolares. Além disso, é praticado em todas as atividades extracurriculares.
Entretanto, os PSSEVH não apenas proporcionam educação formal nos três níveis – primário, secundário e universitário – como também oferecem uma ampla e variada educação não-formal fora da escola. Essa educação é ministrada nos centros e grupos Sai de todo o mundo e em escolas complementares através de oficinas e seminários para crianças, adolescentes e adultos. Neles, combinam-se diferentes técnicas projetadas para abranger os diferentes aspectos do ser humano, como atividades grupais, relatos, visualizações criativas, meditação na luz, canções e jogos.
A universalidade desse sistema se faz evidente quando observamos sua repercussão no mundo: mais de 170 países o adotaram com sucesso.
Dessa forma, a verdadeira educação torna-se um processo de transformação que dura toda a vida. Os alunos buscam e encontram respostas às perguntas eternas: Quem sou eu? Por que estou aqui? O que devo fazer para obter uma felicidade duradoura e profunda? Como posso alcançar o mais elevado bem para mim mesmo e para o mundo?
O Programa Sathya Sai de Educação em Valores Humanos é um todo em si mesmo. É universal.
Dá como resultado a mais profunda transformação e a maior felicidade para estudantes e professores igualmente.
                                                                  
O fim da sabedoria é a Liberdade,O fim do conhecimento é o Amor,O fim da educação é o Caráter.- Sathya Sai Baba



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

MÃE DIVINA





Minha mãe minha rainha
Foi ela que me entregou
Para mim ser jardineiro
No jardim de belas flores
No jardim de belas flores
Tem tudo que procurar
Tem primor e tem beleza
Tem tudo que Deus me dá
Todo mundo recebe
As flores que vêm de lá
Mas ninguém presta atenção
Ninguém sabe aproveitar
Para zelar este jardim
Precisa muita atenção
Que as flores são muito fina(s)
E não podem cair no chão
O jardim de belas flores
Precisa sempre aguar
Com as prece(s) e os carinhos
Ao nosso pai universal

- Mestre Irineu-






OM - BHUR BHUVA SWAH
TAT SAVITUR VARENAYAM
BHARGO DEVASYA DHIMAHI
DHIYO YO NAH PRACHODAYAT

Em um mundo melhor,
a lei natural é a do amor.
Em uma pessoa melhor,
sua natureza também é amorosa.
O amor é o princípio
que cria e sustenta as relações humanas,
O amor espiritual leva ao silêncio,
e esse silêncio tem o poder de unir,
orientar e liberar as pessoas.
E mais, quando o seu amor é aliado à fé,
cria uma forte estrutura para a iniciativa e a ação.
Lembre-se: o amor é um catalisador para mudanças,
desenvolvimento e conquistas.

Por Brahma Kumaris






Encontre mais músicas como esta em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica