Pesquisa

quarta-feira, 25 de maio de 2011

MEDITAÇÃO NA LUZ


MEDITAÇÃO NA LUZ


A Meditação na Luz é recomendada para todos que desejam sentir DEUS como Si mesmo e reconhecê-LO em todos os seres como LUZ ETERNA.

Ela pode ser considerada também, a ponte para a“experiência da Visão Direta”, outro ensinamento onde Swami nos convida a saudarmos silenciosamente a Divindade em quem quer que encontremos a partir do reconhecimento de Si mesmo.

“A Meditação correta é a imersão de todos os pensamentos e sentimentos em DEUS.

Meditação significaa fusão do particular no Absoluto.

Nestes dias e nesta Era, só há uma Meditação boa e segura e esta é aantiga Meditação na Luz, chamada ‘Meditação Jyothi’, ela oferece a possibilidade de superar a débil identificação com corpo, controlar a natureza inquieta da mente, purificar os sentidos e expandir a consciência através da Graça Divina na fusão de todos os pensamentos e sentimentos no Divino Sem Forma”EU ESTOU NA LUZ A LUZ ESTA EM MIM EU SOU A LUZ

Antes de iniciar esta prática, é atitude correta desenvolver a concentração na respiração.

“O fluxo da Energia Divina circula através da respiração”, portanto, o processo constante de inspirar e expirar deveestar suave e harmonioso.

Aprendemos com Bhagavan Baba que nossa respiração repete SO-HAM 21.600 vezes por dia.

‘SO’ significa ‘ELE’ , ‘AQUILO’ = DEUS e ‘HAM’ significa, ‘eu sou’.

Deste modo, a cada respiração estamos afirmando incessantemente “DEUS, eu sou”.

Podemos visualizar a Face do Divino (que comungamos afinidade) no ponto central entre as sobrancelhas e ali mergulharmos nossa atenção profundamente ou ainda visualizarmos e sentirmos a própria Presença da Onipresença ou aspecto Sem Forma de Deus em nossos Corações.

É fundamental persistir; mesmo que pareça tão difícil no início, Baba afirma que se o desejo de contemplar o Amor-Atma for sincero, Ele mesmo manifestará a Paz Suprema (Prashanti Nilayam) em nosso Coração espiritual.

Assim, passo apasso, vamos desenvolvendo esta consciência gradativa de que respiramos DEUS o tempo todo e queao praticarmos esta Verdade, repetindo-a com atenção devotada, nossa mente estará sendo sempredirecionada ao Divino.

Portanto, percebe-se que esta prática pode ser desenvolvida onde quer queestejamos.

Ela nos purifica e harmoniza, descondicionando inúmeras tendências e impressõesoriginadas pela ilusão da ignorância, ajuda a nos elevarmos acima dos conflitos causados pelo egoísmo,nos fazendo recordar de nossa Real Natureza (Atma), que é o mesmo que o estado de Ser, Consciência,Bem-Aventurança (Sat-Chit-Ananda).

“Quando se sentam em meditação, vocês devem se esquecer docorpo, que é somente um instrumento.

Meditação significa abandonar o apego ao corpo e desenvolver apercepção do Atma.

‘Eu’ é sua Verdadeira identidade.

Vocês podem acrescentar qualquer número de‘Eus’, mas continuará apenas ‘Eu’.

Esse princípio de Unidade esta presente em todos os seres.

Ele é omesmo para vocês e para Mim. Vocês são Eu.

Afirmem incessantemente ‘Eu sou Eu’ e realizem o Atma.

Rompam com a ilusão da separatividade. Encarnações do Amor, vocês são Meu próprio Ser”

A seguir,apresentamos a Meditação na Luz orientada por Swami.

“Reserve uns poucos minutos no início de cada dia para a prática deDhyana- meditação.

Mais tarde, você estará pronto para aumentar aduração.

Será assim quando você experimentar um agradávelsentimento de Paz.

Que a meditação seja praticada nas horas que antecedem a aurora (entre 3 e 6 da manhã).


Tais horas são preferíveis porque o corpoestá repousado pelo sono e as peregrinações do dia-a-dia ainda não se imiscuíram nos sentidos e nãotransviaram as energias físicas e mentais.

Disponha de uma lamparina ou uma vela com umachama firme e ereta.

O fulgor de uma chama nunca diminui, embora muitas outras chamas possam vir a ser acesas a partir dela.

É por isso que a chama é o mais apropriado símbolo do EternoAbsoluto.

Sente-se em qualquer ásana (postura firme, com a coluna ereta) que seja confortável, diante da chama.


Olhe firme para esta; depois, fechando os olhos, tente senti-la dentro de você, entre assobrancelhas.

Deste ponto, deixe-a crescer no rumo do lótus do seu coração, iluminando o trajetoque fizer.

Quando ela entrar no coração, no ponto central do peito, visualize as pétalas do botão delótus, uma a uma, se abrindo, e que cada pensamento, sentimento, emoção e impulso está sebanhando na Luz que remove as trevas.

Não há espaço onde a treva ache refúgio.

Só lhe resta fugir àpresença da Luz. Imagine que a Luz se faz mais ampla, maior e mais refulgente.

Penetra os membros e, assim, eles já não podem se ocupar com atividades sombrias, perversas, suspeitas.

Tornaram-se agora instrumentos da Luz, isto é, do Amor, e você está consciente disso.

A luz enchea língua.

Falsidade, calúnia, jactância, maledicência desaparecem.

Chega aos ouvidos.

Todos osdesejos maus que os infestam e infectam são destruídos pela radiosa Luz da Sabedoria e da Virtude.

Os ouvidos estão isentos de puerilidade e de veneno.

Que sua cabeça fique carregada de Luz.

Todosos pensamentos viciados e perversos desaparecem, por serem comensais das trevas.Imagine que a Luz em você cada vez mais se intensifica; e isso, real e exatamente acontecerá.

Deixe-a expandir-se em sua volta, envolvendo-o em Sua refulgência de Amor: deixe-as alargar-se apartir de você em esferas cada vez mais amplas, alcançando e envolvendo seus parentes maispróximos, seus entes amados, seus amigos, seus companheiros, e também estranhos, inimigos erivais – os homens todos do mundo, todos os seres da criação inteira.

Faça isto sem falhar, todos osdias, tanto quanto desfrute a meditação; faça-o de forma profunda e sistemática.

Hora certamentevirá em que você não mais curtirá pensamentos sombrios e maus, não mais nutrirá planos negros e sinistros nem mais terá apetites por alimentos e bebidas intoxicantes, não mais manipulará coisas feias e inferiores, não mais padecerá tendência à infâmia e injúria, nem formulará maus desígnios.

Você estará então no Reino Divino, e gozará a Paz que transcende o alcance das palavras.

Permaneça nessa emoção, testemunhando a Luz, sendo Luz por toda parte e para todos.

Se estiver acostumado a adorar Deus em uma das suas Formas, visualize-A nesta Luz.

Deus é Luz; Luz éDeus.

Quando Luz encontra Luz, tudo é Luz.

Fronteiras não existem entre a sua Luz e a Luz d’Ele.

Elas se completam.

Elas se fundem.

”QUEM SOU EU?

KO-HAM EU SOU DEUS... SO-HAM
55“Um trabalho especial de concentração não implica ser parte da meditação.

Aconcentração já está em vigor onde quer que a mente, a inteligência e os sentidos sejam usados.

Sem ela, você não poderia sequer andar.

Não necessitaprática especial.

Está abaixo dos sentidos.

A meditação está acima dos sentidos.

Entre a concentração e a meditação, como uma separação entre as duas, está acontemplação.

Da concentração para a contemplação e então, depois,meditação.

Enquanto o indivíduo pensa, 'Eu estou meditando', isso é a mente, e não é meditação.Se o indivíduo sabe que está meditando, ele não está meditando.”

“A meditação, como descrita por Swami, é a estrada real, o caminho fácil.

Por que se preocupar comoutras práticas?

Para que a meditação seja efetiva, deve haver uma prática constante, sem pressa e sem preocupação.

Com a prática constante, a pessoa se torna calma e o estado de meditação acontecenaturalmente.

Pensar de outra maneira é debilidade.

O sucesso é garantido. Invoque a Deus, Ele oajudará.

Ele responderá e Ele próprio será o seu Guru.

Ele o guiará.

Ele estará sempre ao seu lado.

Pense Deus, veja Deus, ouça Deus, coma Deus, beba Deus, ame Deus.

Esse é o caminho fácil, aestrada real para sua Meta de romper a ignorância e alcançar a Realização de sua natureza verdadeira, que é una com Deus.”

“Sentar-se ereto é importante.

Entre a nona e a décima-segunda vértebra reside a força vital.

Se a espinha dorsal é ferida nessa altura, a paralisia ocorre.

Se o corpo estiver em posição ereta, como se ele estivesse fixado a um poste reto, a força vital poderá se elevar através do corpo ereto e dar uma intensa concentração à mente.

Além do mais, assim como um pára-raios atado ao telhado de um prédio atrai o raio, de modo semelhante um corpo ereto transforma-se num condutor, porassim dizer, para que o poder divino entre no templo do seu corpo e lhe dê forças para empreender sua tarefa e alcançar sua meta.

Um outro exemplo: o poder divino está sempre aqui, como ossinais de rádio.

Mas, para ouvir a música no rádio, deve-se ter uma antena.

Além disso, se o sintonizador não estiver adequadamente ajustado, haverá algum som, mas nenhuma música.

De maneira semelhante, o poder divino, que está sempre presente, poderá fluir para dentro de você sea meditação for correta e se o corpo estiver ereto.”

“Não é prático tentar se concentrar naquilo que não tem forma.

Concentrar-se no Jyoti (luz - chamada vela) é uma ilustração.

O objeto de concentração pode ser o som, a forma, o Jyoti, etc.

Precisa ser algo concreto.

Não é fácil fixar a mente no abstrato.

Por que uma luz?

Se vocês pegarem uma porçãode areia muitas vezes seguidas, a areia, da qual essa porção é retirada, se esgotará com o tempo.

Se cada um tirar água de um tanque, o tanque secará.

Mas milhares de pessoas podem tomar a chamade uma vela para acender suas velas, e a chama em nada diminuirá.

Recorde-se também de que meditar cedo, pela manhã, é melhor.

A mente está quieta e não há a pressão das responsabilidades.

Para a prática de meditação a hora é importante, e a mais indicada é chamada Brahma muhurtha.

Você terá de escolher a Forma que lhe aprouver para sobre ela meditar durante o período chamado Brahma muhurtha, que vai das 3:00 às 6:00.

Você terá de meditar sempre à mesma hora todos osdias.”

“A primeira prática espiritual que se deve adotar é o cultivo do silêncio interior, para acabar com o diálogo ininterrupto com a mente.

Deixe a mente descansar durante algum tempo.

Não projetenela detalhes irrelevantes, ou a polua com emanações de inveja e avareza.

Cada idéia que acolhemos, tanto boa quanto ruim, fica impressa na mente.

Um elemento de fraqueza einconstância é, assim, introduzido na mente.

Mantenha a mente calma e limpa.

Não a agite, todo momento, por meio de seu diálogo incessante”

“Nunca use palavras desagradáveis contra os outros.

Tais palavras nunca deveriam macular sua língua.

Lembre-se de que há Deus dentro do seu coração,assim como nos corações de todos ao seu redor.

Ele vê e ouve tudo. Quando você usa palavras rudes, cruéis, iradas e desagradáveis contra os outros, o Deus emvocê e na outra pessoa é machucado.

A língua é uma ferramenta que pode prejudicar você etambém os outros.

Então, seja muito cuidadoso; use-a somente para seu bem e para o bem dosoutros.

O melhor meio de usá-la é falando palavras bondosas, repetindo o Nome de Deus ecantando Sua Glória”

“Vocês não devem nunca se deixar emaranhar na rede desse mundo e de seus problemas. Tentemescapar para o ar mais puro do espírito sempre que puderem, levando o nome do Senhor em sua língua.

Das 24 horas do dia, tirem 6 para as suas necessidades individuais, 6 para o serviço aos outros, 6 para o sono e 6 para repousar na Presença do Senhor.

Essas seis horas dotarão vocês com aforça do aço.

Aqueles que desejam fixar-se na Divindade devem buscar a solidão, praticar ameditação (Dhyana) e a repetição do nome de Deus (Japa) em horários específicos, adquirir capacidade de foco através dessas práticas e sempre engajar-se em ações pela prosperidade de todosos seres.

Essas práticas devem ser sempre empregadas na realização do trabalho sem preocupação por seus frutos”

“O elemento mais importante na existência humana é o pensamento firme.

Assim como são os pensamentos, é a fala.

Assim como é a fala, são as ações.

A harmonia desses três levará à experiência da Divindade.

As palavras saem do coração.

Elas devem estar cheias de compaixão.

O coração é a morada da compaixão e a fonte do amor.

Assim, tudo aquilo que emana do coraçãodeve estar repleto de amor.

Esse amor deve expressar-se na fala.

O fluxo de amor na fala deveencontrar expressão concreta na ação.

A retidão reside no seu coração.

Está na sua conduta, nosseus pensamentos, nas suas palavras e ações.

Quando os impulsos nascidos do coração são expressos em palavras, isso é Verdade.

Colocar em prática tais palavras que brotam da pureza éretidão. Amor em ação é retidão.

Amor na fala é verdade.

Amor em pensamento é paz.

Amor emcompreensão é não-violência.

Percebam que Deus está em todos e pratiquem a não-violência”

“Seja grato ao Senhor que lhe deu o Tempo, assim como a ação para preenchê-lo.

Ele lhe deu oalimento, assim como a fome para saboreá-lo.

Mas isso não o autoriza a se envolver em ação sem terdiscernimento.

Quando constrói uma casa, você instala uma porta na frente, para deixar todos quesão bem-vindos entrar e manter do lado de fora aqueles que não são.

Você não mantém as portas abertas para todos entrarem como e quando quiserem. Igualmente, examine os impulsos e os motivosque entram em sua mente; mantenha de fora o degradante, o humilhante, o pernicioso.

Vocês devemsempre lembrar-se de dois grandes princípios - trabalho e adoração - e segui-los em cada minuto desuas vidas.

Em qualquer tarefa que assumam, dêem o melhor de si.

Façam seu dever da melhorforma e para a mais alta satisfação de todos os envolvidos”

“O mundo inteiro sofre hoje de desordem e violência porque as pessoas perderam a fé no Ser Interior (Atma-Vishvasa).

Elas promovem o apego ao corpo e ignoram o Espírito.

Isso está errado. Considerem o que quer que façam como um trabalhode Deus.

Isso pode ser aplicado a todo ato corriqueiro da vida diária, seja varrero chão, cozinhar ou cortar vegetais.

Cada uma dessas ações pode sertransformada em um exercício espiritual pelo espírito no qual a realizam.

Instalem o Divino em seus corações e cumpram seus deveres com devoção ededicação”



Om Sai Ram !!!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

MÃE DIVINA





Minha mãe minha rainha
Foi ela que me entregou
Para mim ser jardineiro
No jardim de belas flores
No jardim de belas flores
Tem tudo que procurar
Tem primor e tem beleza
Tem tudo que Deus me dá
Todo mundo recebe
As flores que vêm de lá
Mas ninguém presta atenção
Ninguém sabe aproveitar
Para zelar este jardim
Precisa muita atenção
Que as flores são muito fina(s)
E não podem cair no chão
O jardim de belas flores
Precisa sempre aguar
Com as prece(s) e os carinhos
Ao nosso pai universal

- Mestre Irineu-






OM - BHUR BHUVA SWAH
TAT SAVITUR VARENAYAM
BHARGO DEVASYA DHIMAHI
DHIYO YO NAH PRACHODAYAT

Em um mundo melhor,
a lei natural é a do amor.
Em uma pessoa melhor,
sua natureza também é amorosa.
O amor é o princípio
que cria e sustenta as relações humanas,
O amor espiritual leva ao silêncio,
e esse silêncio tem o poder de unir,
orientar e liberar as pessoas.
E mais, quando o seu amor é aliado à fé,
cria uma forte estrutura para a iniciativa e a ação.
Lembre-se: o amor é um catalisador para mudanças,
desenvolvimento e conquistas.

Por Brahma Kumaris






Encontre mais músicas como esta em Portal Arco Íris-Núcleo de Integração e Cura Cósmica